Instalando o Composer

Vamos conhecer e instalar o composer

Introdução

Todos os comandos solicitados deverão serem executados dentro do terminal.

Gerenciamento de Dependências

Bibliotecas são códigos prontos feito por terceiros (ou por você) para que possa ser reaproveitado em outro projeto sem a necessidade de reescrever todo o código.

Essa ideia não é nova. O Composer é inspirado no NPM do node e no Bundler do Ruby.

Exemplo:

  1. Você tem um projeto que depende de algumas bibliotecas externas.
  2. Algumas dessas bibliotecas dependem de outras, e assim segue…

Composer:

  1. Permite que você declare quais bibliotecas você precisa.
  2. Procura a versão que precisa ser instalado e a instala em seu projeto.
  3. Você pode atualizar todas as dependências com apenas um comando

Requerimentos

Para instalar diretamente do código fonte no lugar de arquivos zips ou compilados é necessário ter instalado GIT, SVN, Fossil ou HG, dependendo qual versionador de código da biblioteca.

Composer é multi-plataforma, funciona igualmente bem no Windows, Linux e macOS.

Instalação — Linux / macOS

Fazendo o download do Composer

Existe basicamente dois caminhos para instalar o Composer: Localmente como parte do seu projeto, ou globalmente como um comando do sistema.

Fazendo o download do instalador

php -r "copy('https://getcomposer.org/installer', 'composer-setup.php');"
php composer-setup.php
php -r "unlink('composer-setup.php');"

Recomendo fortemente que copie o código direto do site que tem uma linha a mais para verificação do instalador e é um código individual, cada vez que você acessar pode mudar. Mas o de cima também funciona.

Na primeira linha, ele copia o arquivo composer-setup.php
Na segunda linha, ele executa o arquivo com o PHP
Na terceira linha, ele remove o instalador do composer.

Localmente

Após executar os comandos e conferir que o composer.phar está no diretório, execute o comando:

php composer.phar

Você pode aproveitar para renomear o arquivo se quiser:

mv composer.phar composer

Esse comando move o arquivo composer.phar > composer, um jeito de renomear arquivos pelo próprio terminal. E assim poderá executar digitando:

php composer

Globalmente

composer

E funcionará!

Mas para isso acontecer é necessário mover o arquivo para o diretório onde é nosso PATH.

mv composer.phar /usr/local/bin/composer

Se você quer instalar apenas para seu usuário e evitar que seja solicitada permissões de super usuário (root), pode usar ~/.local/bin no lugar de /usr/local/bin que é o padrão em algumas distribuições Linux.

Nota: Se algum comando acima falhar por erro de permissão, tente novamente com sudo.

Nota: Em algumas versões do macOS o diretório /usr pode não existir por padrão. Se for o caso, crie-o:

mkdir -p /usr/local/bin

Se tudo der certo, apenas digite composer no terminal, no lugar de php composer.phar

Instalação — Windows

Fazendo o download do Composer

Faça o download e inicie o Composer-Setup.exe. Será instalado a última versão e fará todas as configurações necessárias.

Se o terminal estiver aberto, reinicie-o e digite:

composer

Pronto. Você tem o composer instalado e pronto para ser usado de qualquer lugar.

Na próxima oportunidade vamos iniciar um projeto em PHP e experimentar a mágica do Composer.

Eu segui os passos descritos em https://getcomposer.org/doc/00-intro.md

Arquiteto e Urbanista de formação, e Programador Web por paixão. Stack: PHP + MySQL e atualmente estudando Node React/Vue

Arquiteto e Urbanista de formação, e Programador Web por paixão. Stack: PHP + MySQL e atualmente estudando Node React/Vue